Dia 11 de maio de 2010 é um dia histórico para a Audi: hoje começa a produção do A1, carro que carrega a maior expectativa comercial da montadora de Ingolstadt. “O A1 terá papel fundamental para nos ajudar a, mais uma vez, superar a marca histórica de um milhão de unidades vendidas globalmente também em 2010”, disse Rupert Stadler, presidente do conselho administrativo da marca. O compacto sairá da fábrica da Audi na Bélgica com quatro opções de motor: 1.2 de 86 cv e 1.4 de 122 cv, ambos com injeção direta de gasolina; e outros dois 1.6 a diesel, com 90 cv e 105 cv. O câmbio do A1 é o automatizado S Tronic, de dupla embreagem e sete marchas.

A Audi espera comercializar 100.000 unidades por ano do A1 que, partindo de € 18.000 na Alemanha, terá como principais rivais Mini Cooper, Fiat 500 e Citroën DS3. O novo compacto premium da Audi tem 3,95 m comprimento, 1,74 m de largura, 1,42 m de altura e 2,47 m de entre eixos. Para sua produção, a fábrica belga recebeu € 300 milhões em investimentos. Dessa mesma planta já sai o A3 Sportback.

Rodrigo Mora

|