Em um cenário em que os SUVs se destacam, é lógico que o Audi Q3 não ficaria para trás. O menor utilitário esportivo da marca sempre chamou a atenção por um belo design e um conjunto mecânico impecável, com o motor 2.0 turbo com injeção direta, câmbio de dupla embreagem e a tração quattro, integral da casa. Para conseguir mais público, a linha 2016 teve como uma das novidades a inclusão do motor 1.4 turbo e tração dianteira para baixar o preço das versões de entrada sem abrir mão de equipamentos ou qualidade de acabamentos e construção.

E esta substituição caiu bem ao Q3. Além de ter um preço inicial de R$ 127.190 – contra os R$ 145.190 da versão mais básica com o 2.0 turbo -, o motor 1.4 se encaixou perfeitamente nele. Já conhecido da linha A3, ele passou dos 122 cv para 150 cv antes de entrar no utilitário, compensando o maior peso que ele possui se comparado com os irmãos.

Se for possível classificar o desempenho do Q3 1.4, podemos chamá-lo de equilibrado. A conversa entre o carro, motor e o câmbio de dupla embreagem de seis marchas é perfeita, deixando a sensação de não estar sobrando força ali, mas em nenhum momento falta. E isso se refere tanto na cidade, com a necessidade de maior torque para as arrancadas – afinal, o Q3 tem 25,5 kgfm desde os baixos 1.500 rpm até 3.500 rpm -, quanto na estrada, para manter velocidades até, sem querer, acima dos limites legais da via.

 
 
Audi Q3 2016 Audi Q3 2016
Audi Q3 2016 Audi Q3 2016
Audi Q3 2016 Audi Q3 2016
Audi Q3 2016 Audi Q3 2016
Audi Q3 2016 Audi Q3 2016
Audi Q3 2016 Audi Q3 2016
Audi Q3 2016 Audi Q3 2016
Audi Q3 2016 Audi Q3 2016
Audi Q3 2016 Audi Q3 2016
Audi Q3 2016 Audi Q3 2016
Audi Q3 2016 Audi Q3 2016
Audi Q3 2016 Audi Q3 2016
Audi Q3 2016 Audi Q3 2016
Audi Q3 2016 Audi Q3 2016
 
 

Visual mais leve

Outra boa surpresa do Q3 está no acerto de suspensão. Ele não é mole, prejudicando o comportamento do carro nas curvas, e nem duro, causando incômodo à coluna dos ocupantes. E olha que estamos falando de um SUV, naturalmente mais alto, com dirigibilidade que até ignora um pouco este fato.

Esta versão do Q3 é a Ambiente e custa R$ 144.190. A mais que a de entrada, oferece o ar-condicionado automático de duas zonas (manual e de uma só zona no Attraction, de entrada), banco do motorista elétrico, piloto automático, teto-solar e o porta-malas com abertura e fechamento elétrico. Direção elétrica, sistema multimídia, seis airbags, controles de tração e estabilidade, Isofix para fixação de cadeiras infantis, faróis de xenon e sistema start-stop são itens de série em todas as versões.

O Q3 continua se destacando nas ruas. Com os novos parachoques, faróis e lanternas, o 2016 se renovou para ficar mais forte na luta com os premium BMW X1 e Mercedes-Benz GLA. A versão 1.4 é um bom argumento de compra se você procura um conjunto equilibrado, com um acabamento alemão e qualidade impecável, futuramente nacionais.

Redação |