A Audi começou sua participação no ramo dos utilitários esportivos no topo da pirâmide do luxo com o Q7, desceu até o meio com a Q5 e agora chegou a base com o Q3. Enfim apresentado, o SUV de entrada da marca dos quatro anéis é a continuação do conceito Cross Coupé Quattro, apresentado no Salão de Xangai, em 2007. A apresentação do veículo para o público será realizada no mesmo evento na China, que acontece entre 21 e 28 deste mês.

O Q3, segundo medições da Audi, tem 4,39 metros de comprimento, 1,83 m de largura e 1,60 m, dimensões que o colocam na briga com modelos como BMW X1, Volkswagen Tiguan e Range Rover Evoque. O visual do carro segue bastante inspirado no protótipo, cujas linhas posteriormente foram aplicadas no Q5, lançado em 2009. Não à toa, o lançamento da marca alemã é basicamente uma versão menor do SUV médio.

A traseira do Q3 tem o mesmo arrojo visto no Q5, com lanternas arredondadas e divididas em diferentes sessões de iluminação. Já a parte frontal dá pistas de como serão os próximos carros da Audi. O farol tem um formato diferenciado, cujo principal chamariz é uma espécie de moldura de leds na peça, quando o normal nos veículos da marca é apenas um filete na parte inferior. A fabricante ainda informa que o porta-malas tem capacidade para 460 litros de volume de bagagem ou 1.365 l com os bancos traseiros rebatidos.

O Q3 tem duas opções de motores. A linha começa com 2.0 TFSI (motor tubo com injeção direta de gasolina) disponível na configuração com 170 cv ou 211 cv, que traz ainda tração integral quattro e câmbio semiautomático S Tronic com 7 marchas e dupla embreagem. A outra opção é o 2.0 TDI (motor turbodiesel intercooler) de 170 cv. A Audi, entretanto, ainda não divulgou dados de desempenho do lançamento, que estreia no mercado alemão em julho deste ano com preços a partir de € 29.900 (cerca de R$ 68.500, sem taxas). A marca ainda não divulgou quando o carro desembarca no Brasil.

Thiago Vinholes

|