A Audi não brincou em serviço na criação do RS3 Sportback. O lançamento é ainda mais endiabrado que o já vertiginoso S3 (265 cv). Tem o mesmo motor 2.5 TSI 5 cilindros de irmão mais “fraco”, mas ajustado para gerar 340 cv e 46 kgfm de torque. Além da porção extra de força, a versão máxima do A3 vem com para-choques de fibra de carbono, tração integral e o moderno câmbio S-Tronic semi-automático de 7 marchas e dupla embreagem. A brincadeira custa € 49.900 na Alemanha, algo em torno de R$ 117.00, sem contar nossas taxas de importação.

Mas o preço alto tem lá suas justificativas. Segundo a Audi, o RS3 é capaz de ir do zero aos 100 km/h em apenas 4s6 e atingir 250 km/h, velocidade máxima limitada eletronicamente. E ele não é tão gastão assim: roda em média 11 km/l. Na hora de frear o modelo volta a fazer jus ao seu valor. Na parte frontal a fabricante montou um par de discos de 370 mm com pinças especiais semelhantes as do superesportivo R8. O sistema de frenagem ainda conta com ajuda do controle eletrônico de estabilidade (ESP), que oferece ainda diferentes configurações para uma condução mais esportiva.

O visual do carro também muda bastante. As rodas são de alumínio forjado aro 19” e a suspensão é 25 mm mais baixa que a do A3. Mudam também o projeto dos para-choques, redesenhados para reduzir o arrasto aerodinâmico do veículo, assim como as pequenas saias laterais abaixo das portas. A parte interna, por sua vez, contempla novos bancos concha e volante tem a parte inferior reta, tal como os demais esportivos da linha RS da Audi.

Thiago Vinholes

|