A Audi não vende mais no Brasil o Q7 com motor 4.2 V8, de 355 cv. A linha 2011 do utilitário esportivo passa a contar com o bloco 3.0 V6 TFSI, dotado de injeção direta de gasolina e turbocompressor, que atinge 333 cv e 44,9 kgfm de torque máximo, alcançado entre 2.900 e 5.300 rpm. A novidade também substitui o antigo V6 aspirado.

Segundo a Audi, a nova motorização leva o Q7 aos 100 km/h em 6,9 segundos, contra 7,4 do V8 – graças, em boa parte, ao trabalho do câmbio automático de oito velocidades. Credita-se a ele também a redução de 5% no consumo, que pode chegar a 11,7 km/h na estrada, e as emissões de poluentes 21% inferiores ao do propulsor V8.

A marca alemã vende a linha 2011 do Q7 por preços a partir de R$ 320.000. O valor fica mais alto se o cliente optar pelo sistema de entretenimento traseiro, o controlador de velocidade adaptativo e o Audi Side Assist.

Rodrigo Mora

|