Ainda não é o que os fãs da M Power queriam para o novo X3. Mas o SUV ganha um pacote desenvolvido pela divisão de esportivos da BMW que inclui ajuste mais firme da suspensão (que agora aceita melhor as rodas de 18, 19 e 20 polegadas), kits aerodinâmicos, ponteiras de escapamento cromadas, bancos esportivos, volante em couro da estirpe, além de detalhes estéticos que remetem à série.

Não há alteração na motorização. Os propulsores continuam os mesmos 2 litros movido a diesel, de 181 cv (xDrive20d); 3 litros a gasolina de 242 cv (xDrive28i) e o novo 3 litros turbo, de 302 cv (xDrive35i). As transmissões casadas com os propulsores serão a manual de seis velocidades ou a automática, de oito marchas. A BMW, no entanto, aproveitou a apresentação do pacote M para o X3 e lançou dois novos motores para o mercado europeu: um 3.0 aspirado a gasolina e outro 3.0 turbodiesel, ambos de seis cilindros em linha.

No Brasil, o X3 chega no primeiro semestre do ano que vem, custando a partir de R$ 207.000.

Rodrigo Mora

|