Com a rapidez que lhe é peculiar, a BMW já apresenta seu ataque contra os novos Porsche Cayenne e Audi Q7. A montadora alemã mostrou em Miami (EUA) o novo X5, que mudou pouco no visual, mas concentrou as principais novidades na parte mecânica.

A grande arma contra os rivais está na nova motorização, que começa com um seis cilindros 3.0 turbo, de 310 cv e torque de 40,7 kgfm, chamado de TwinPower – que equipa a versão xDrive35i, substituta da xDrive30i. No topo da lista está o 4.4 V8 biturbo, de 412 cv e impressionantes 61,1 kgfm de torque a 1.750 rpm. Esse propulsor equipará a versão xDrive50i e aposenta o 4.4 V8 aspirado. Apesar de potentes, os dois propulsores atendem as normas Euro 5, a mais recente regulamentação de emissões de poluentes. Nos dois casos, há uma nova transmissão automática de oito velocidades. Nos modelos a diesel, as novidades são as versões xDrive30d (245 cv) e xDrive40d (306 cv).

Externamente, a BMW mexeu em detalhes, apenas para não passar em branco. Os para-choques e faróis forma levemente modificados, enquanto as lanternas ganharam leds. Produzido nos EUA, o novo BMW X5 ainda não teve seu preço revelado.

Rodrigo Mora

|