Faz tempo que o Audi A3 reinava praticamente sozinho no segmento dos hatches médios premium. Desde o fim da produção nacional do modelo, a competição só se acirrou. Chegaram o BMW Série 1, depois o Volvo C30 e este ano o Mercedes-Benz CLC, todos brigando por um cliente que é estratégico para essas marcas, por ser a categoria de entrada, que abre as portas para que ele continue nelas por muito tempo.

Mas nunca se viu tanta disputa como nos últimos meses. Foram promoções e ofertas especiais para não permitir que nenhum concorrente se destacasse. Agora a BMW dá mais uma tacada de peso ao trazer a versão 118i do seu hatch.

É o primeiro BMW a custar menos de R$ 100 000 em muitos anos. O modelo, na verdade, sai por R$ 95 000 e o segredo para essa redução – o 120i, versão mais próxima, sai por R$ 119 000 -, é a simplicidade do seu pacote. Enquanto o 120i traz teto solar, Bluetooth, bancos de couro e ar-condicionado digital, o 118i vem com bancos de tecido e ar-condicionado manual.

O motor é 1.8 litro de 136 cv e o câmbio permanece o mesmo automático de seis marchas. O preço é realmente em conta – mais barato que ele só o C30 2.0, que custa R$ 86 120, mas traz menos itens a bordo.

Com essa estratégia, o Série 1 deve consolidar ainda mais a liderança desse segmento. Até abril, o carro da BMW acumulava 372 emplacamentos contra 274 do Audi A3, 204 do CLC e 191 do Volvo C30.

No entanto, quem se interessar pelo BMW 118i, terá de esperar bastante. A versão está disponível apenas sob encomenda já que a marca alemã ainda não tem estoques do modelo no Brasil. A espera, segundo uma concessionária consultada pelo AUTOO, é de cerca de 60 dias.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/