Pelo tempo em que convivemos com o Mercedes Benz GLS (antigo Classe GL) era de se esperar que um dia suas rivais alemãs resolvessem ampliar o leque de opções em matéria de SUVs um degrau acima. É o que a BMW acaba de fazer no Salão de Frankfurt com o X7 iPerformance.

Apresentado como conceito, o utilitário esportivo ganhará as ruas já no ano que vem como X7, ou seja, o irmão maior do X5. E o inédito veículo não é apenas isso. Trata-se de uma releitura do estilo da marca bávara com direito a novidades tecnológicas para torná-lo, como diz a BMW, mais “personalizável”.

O interior, é claro, é dominado pelos painéis digitais de área enorme. O cluster, por exemplo, tem 12,3 polegadas de largura, mas ele ganha a companhia do sistema de entretenimento logo ao seu lado além de telas individuais imensas para os passageiros dos bancos traseiros – o X7 leva seis passageiros, aliás, quatro deles com direito a esse “telão”.

O painel flerta com obras de arte, com detalhes cuidadosos como nos acionadores do ar-condicionado ou no volante de três raios de desenho inédito. Chama a atenção o apoio de mão das portas que se localiza bem à frente a ponto de cobrir parcialmente os botões dos acionadores dos vidros elétricos.

A iluminação interna no protótipo é soberba, parece que o carro é quase um conversível, mas isso talvez não seja tão evidente na versão de produção – é esperar para ver.

 
 
BMW X7 2018
 
BMW X7 2018
BMW X7 2018
BMW X7 2018
 
BMW X7 2018
BMW X7 2018
BMW X7 2018
 
BMW X7 2018
BMW X7 2018
BMW X7 2018
 
BMW X7 2018
BMW X7 2018
BMW X7 2018
 
BMW X7 2018
BMW X7 2018
BMW X7 2018
 
BMW X7 2018
BMW X7 2018
BMW X7 2018
 
BMW X7 2018
BMW X7 2018
BMW X7 2018
 
BMW X7 2018
BMW X7 2018
BMW X7 2018
 
BMW X7 2018
BMW X7 2018
 
 

Rodas de aro 23 polegadas

Por fora, o BMW X7 também abusou das proporções a ponto de causar um certo choque. Os faróis estreitos e longos contrastam com a grade característica da marca que nunca foi tão grande. Assim como ela, fica evidente o para-choque com recortes verticais imensos nas laterais. A traseira repete a solução, mas é menos agressiva, apesar das lanternas que se unem pela tampa do porta-malas. Na lateral, as rodas entregam o tamanho do modelo: são de aro 23 polegadas!

O X7 ainda guarda muitos segredos a respeito das suas dimensões e propulsão. A BMW se restringe a dizer que é um SUV híbrido capaz de rodar com zero emissões. A tecnologia foi batizada de eDrive (e cujo nome está presente nas colunas do carro). Ela compreende um motor turbo Twin Power com uma propulsão elétrica plug-in, mas vamos ter que esperar mais um pouco para saber do que é capaz.

Por enquanto, o que a BMW diz é que o X7 é uma interpretação para um futuro modelo que estreará em 2018, ou seja, logo ali.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/