A BMW finalmente apresentou a nova geração do Série 6. Mas tomou o caminho inverso: revelou primeiro a versão conversível, para posteriormente lançar o cupê. A estreia oficial do modelo será no Salão de Detroit, em janeiro.

O novo desenho do Série 6 foi concebido sobre um carro maior: a nova geração está 7,4 cm mais comprida, 3,9 cm mais larga e 9 cm mais baixa – aumento que leva suas medidas a 4,89 m de comprimento, 1,89 m de largura e 1,36 m de altura. O resultado se refletiu em um espaço interno melhor, segundo a BMW.

Quanto à sua capota, com acionamento totalmente automático, a marca alemã avisa que ela abre em 19 segundos, se recolhendo em 24. Destaque para seu vidro traseiro, que pode abrir de forma independente.

Sob o capô, o novo BMW Série 6 carrega um motor 3 litros turbo de 320 cv, que chega aos 100 km/h em 5,7 segundos e atinge a máxima de 248 km/h. Já a versão topo de linha é equipada com um 4.4 V8, também sobrealimentado, de 407 cv. Ambos têm injeção direta de combustível e são acoplados a um câmbio automático de oito marchas. Sua estreia na Europa ocorrerá em março, seis meses antes de chegar aos EUA.

Rodrigo Mora

|