Economia aquecida, enxurrada de lançamentos e uma queda vertiginosa da Alemanha garantiram ao Brasil a manutenção do quarto lugar nas vendas globais. Os dados, fornecidos pela JATO Dynamics, se referem ao acumulado de janeiro a outubro de 2010 e mostram crescimento de 6,5% do País, enquanto os alemães, ultrapassados recentemente pelo Brasil, despencaram 25,4%. A líder disparada é a China, que vendeu 38% a mais em relação ao mesmo período de 2009, chegando a espetaculares 10 milhões de veículos emplacados. EUA, com 10,7% de aumento e Japão, com 6,3%, se firmam como segundo e terceiros colocados, respectivamente. Os dados chineses incluem apenas veículos de passeio. Para o restante dos países os números englobam carros e comerciais leves.

"Comprovadamente fecharemos o ano de 2010 demonstrando a força dos BRICs nos 10 primeiros mercados do mundo. O Canadá bem que tentou, mas não vai conseguir tirar a Rússia desta lista. O Brasil se consolida na 4º posição e aumenta a distância em relação a Alemanha. Com certeza, 2011 será um ano de muita disputa e foco para cada país manter a sua posição alcançada", afirma Luiz Carlos Augusto, diretor superintendente da Jato Dynamics do Brasil. Confira abaixo os dez primeiros colocados e o avanço (ou recuo) de cada país:

China: 38%
EUA: 10,7%
Japão: 6,3%
Brasil: 6,5%
Alemanha: (-25,4%)
Índia: 35,8%
França: 2,1%
Reino Unido: 6%
Itália: (-6,2%)
Rússia: 22,5%

Rodrigo Mora

|