Uma válvula do motor com funcionamento impreciso obriga a Honda a convocar mundialmente 700.000 unidades dos modelos Civic, Fit e Freed para reparo. Segundo a marca japonesa, o recall atinge quase todos os mercados ontem tais veículos são comercializados, exceto Europa e Brasil.

"Os modelos brasileiros (New Fit e Honda City) possuem motorização bicombustível e têm características de construção diferentes dos veículos afetados por esta campanha de recall, que atinge exclusivamente os motores a gasolina", diz o comunicado da empresa.

O mau funcionamento da válvula, que não exerce pressão corretamente, poderia causar uma interrupção repentina no motor ou mesmo impedir que ele arranque. Segundo a Honda, nenhuma acidente no Brasil relacionado ao problema foi registrado.

Rodrigo Mora

|