De tão exclusiva, a marca francesa Bugatti só possui um modelo em sua linha, o superesportivo Veyron, uma máquina impressionante que é tocada por um motor de 16 cilindros com mais de 1 000 cv de potência.

Mas a Bugatti resolveu diversificar e mostra em Frankfurt sua nova criação, o 16C Galibier. O nome é complicado e tem a ver com uma passagem nos Alpes que é considerada a mais difícil na competição “Tour de France”, mas a proposta do modelo é mais fácil de entender. Trata-se de um sedã esportivo, misto de cupê com quatro portas, que tem um como proposta o executivo que busca mais do que apenas um automóvel para levá-lo com conforto aos seus compromissos.

Sofisticado e ao mesmo tempo elegante, o Galibier tem interior em couro e painel construído em madeira e mescla instrumentos analógicos com painéis de LCD. O motor é o mesmo W16 do Veyron, mas com uma diferença familiar para nós, brasileiros – ele é flex.

Pena que o Galibier ainda é um conceito, um dos vários que a marca de propriedade da Volkswagen estuda para produção futura.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier |