Entre os praticantes do antigomobilismo, alguns carros são considerados colecionáveis, como Opala, Fusca, Simca Chambord, Willys Interlagos, entre outros; e alguns são verdadeiras raridades, como DKW GT Malzoni e a única unidade do Willys Capeta. Mas quem serão os carros que levaremos aos encontros de antigos do futuro? Para a National Automotive History Collection, o Camaro é o carro mais colecionável de 2010.

A entidade norte-americana todo ano elege o carro que tem mais chances de ser uma raridade no futuro – sempre considerando apenas modelos feitos nos EUA. O Camaro (que chegou mês passado ao Brasil) bateu outros 13 concorrentes por unir tecnologia à herança da primeira geração, de 1967. "Essa seleção é única entre todas as "veículos do ano" por ser feita por maníacos por carros, que sabem o que será valorizado no futuro. Nós pedimos aos nossos membros para preverem quem chamará atenção numa eleição de 2035", explica o CEO da NAHC, Charles Hyde. A entidade já escolheu no Collectible Vehicle of the Future em outros anos Ford Flex (2009), Dodge Challenger (2008), Dodge Viper SRT10 (2007), Pontiac Solstice (2006), Ford Mustang (2005), Chrysler 300C (2004), Dodge Viper (2003), Ford Thunderbird (2002), Chrysler Sebring Convertible (1996), Buick Riviera e Oldsmobile Aurora (1995).

Rodrigo Mora

|