Eles fizeram barulho na avenida Paulista, mas mais pela animação dos participantes do que pelos veículos em si, afinal eram todos elétricos e híbridos, conhecidos por não emitirem quase nenhum ruído. Organizada pela ABVE (Associação Brasileira do Veículo Elétrico), a carreata atravessou a avenida Paulista no sábado, 26, com o objetivo de chamar a atenção da população para essa tecnologia.

Cerca de 60 veículos participaram do evento, incluindo desde bicicletas, patinetes e triciclos elétricos, passando por carrinhos de golfe e chegando até aos ônibus coletivos já usados em algumas cidades – sem falar, é claro, dos automóveis como o Toyota Prius, Volkswagen Golf GTE, BMW i3, Renault Zoe e até o quadriciclo Twizy.

AUTOO conferiu a carreata in loco e até dirigiu o novo Prius, híbrido de design futurista e automóvel mais econômico do Brasil, segundo o Inmetro. Ele é capaz de rodar 18,9 km com um litro de gasolina na cidade, isso porque o motor 1.8 a gasolina trabalha em conjunto com outro elétrico que assume parte do trabalho, dependendo das condições de rodagem.

 
 
Ônibus elétricos também participaram da carreata pela Paulista
 
Ônibus elétricos também participaram da carreata pela Paulista
Ônibus elétricos também participaram da carreata pela Paulista
A carreata dos elétricos e híbridos atravessou a Paulista no dia 26
 
A carreata dos elétricos e híbridos atravessou a Paulista no dia 26
A carreata dos elétricos e híbridos atravessou a Paulista no dia 26
O evento reuniu todo o tipo de veículo elétrico, até carrinhos de golfe
 
O evento reuniu todo o tipo de veículo elétrico, até carrinhos de golfe
O evento reuniu todo o tipo de veículo elétrico, até carrinhos de golfe
Carreata reuniu 60 veículos elétricos e híbridos: objetivo é incentivar seu uso
 
Carreata reuniu 60 veículos elétricos e híbridos: objetivo é incentivar seu uso
Carreata reuniu 60 veículos elétricos e híbridos: objetivo é incentivar seu uso
Legislação brasileira pune o carro ecológico cobrando mais de quem é justamente mais eficiente
 
Legislação brasileira pune o carro ecológico cobrando mais de quem é justamente mais eficiente
Legislação brasileira pune o carro ecológico cobrando mais de quem é justamente mais eficiente
 
 

IPI diferenciado

Os veículos híbridos e elétricos ainda têm uma presença tímida no Brasil. A razão é que nossa legislação não incentiva seu uso mesmo eles sendo menos poluentes e mais econômicos. Apenas algumas ações isoladas existem como por exemplo a restituição de 50% do IPVA na cidade de São Paulo, graças a um acordo com a prefeitura da cidade que também dispensa esses veículos de obedecerem o rodízio municipal.

A grande meta da associação, no entanto, é reduzir o valor do IPI e do ICMS, impostos que os tornam pouco competitivos no mercado. Para se ter uma ideia, o Prius, mesmo sendo bem mais eficiente que um carro 1.0 litro, paga 25% de IPI enquanto o ‘popular’ recolhe apenas 7%. A ideia é que as regras beneficiem a eficiência, independentemente da tecnologia usada, assim como fazem em outros países.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/