Um bom – e rápido – passeio ao ar livre: essa é a proposta dos novos Mercedes-AMG GT Roadster e sua variante ainda mais potente, a GT C Roadster que a divisão esportiva da montadora alemã apresenta nesta semana. A variante conversível do AMG GT será o principal destaque da Mercedes-Benz para o Salão de Paris, que começa já no próximo mês.

As duas versões do esportivo contam com o mesmo motor 4.0 V8 biturbo de 475 cv e 64,2 kgfm de torque na variante de entrada, suficientes para levar o roadster de 0 a 100 km/h em 4 segundos e a até 302 km/h de velocidade máxima. Já na configuração GT C, os números de potência e torque sobem para 564 cv e 69,3 kgfm, proporcionando que a mesma prova de aceleração seja realizada em apenas 3,7 segundos e a velocidade máxima alcance os 316 km/h. As duas opções do AMG GT conversível contam com tração traseira e câmbio de 7 marchas com dupla embreagem.

Além do desempenho superior, o AMG GT C Roadster conta com alguns aprimoramentos mecânicos como o diferencial traseiro com bloqueio eletrônico e o esterçamento ativo das rodas traseiras, o que melhora o comportamento dinâmico em curvas. Ainda na parte traseira, a versão topo de linha também conta com para-lamas e um conjunto de pneus e rodas maiores (aro 20” em relação ao aro 19” do AMG GT Roadster) para favorecer as respostas do modelo.

Até mesmo a capota de tecido do modelo é rápida e o processo de rebatimento ou montagem é efetuado em apenas 11 segundos e pode ser realizado com o carro em movimento, desde que a velocidade não ultrapasse 50 km/h. A estrutura de baixo peso mescla partes em alumínio, aço e magnésio e a cobertura pode receber as cores preta, vermelha ou bege.

Uma solução encontrada pelos engenheiros da Mercedes-AMG foi posicionar os dois turbos no centro do “V” formado pelos cilindros, uma disposição chamada “hot inner V”. Segundo os projetistas, a ideia permite acelerações mais instantâneas a cada solicitação do acelerador, portanto diminuindo o turbo lag, ao mesmo tempo em que colabora para reduzir emissões graças ao fluxo de ar que segue mais próximo aos catalisadores.

Um detalhe que não pode passar despercebido em um esportivo, até mesmo o ronco do motor é tratado com carinho no AMG GT Roadster. O sistema de escapamento ativo conta com flaps que se abrem ou fecham de acordo com o modo de condução escolhido no ajuste de chassi. Com o seletor nos modos Sport Plus ou Race, o som é mais encorpado e intenso. Já quando o motorista opta por uma condução mais relaxada, nos modos Comfort ou Sport, a baixa frequência típica de um V8 é ouvida naturalmente.

Procurada pelo AUTOO, a Mercedes-Benz adianta que até o momento não há intenção de comercializar o AMG GT Roadster e o GT C Roadster no Brasil. 

 
 
Mercedes-AMG GT C Roadster
 
Mercedes-AMG GT C Roadster
Mercedes-AMG GT C Roadster
Mercedes-AMG GT C Roadster
 
Mercedes-AMG GT C Roadster
Mercedes-AMG GT C Roadster
Mercedes-AMG GT C Roadster
 
Mercedes-AMG GT C Roadster
Mercedes-AMG GT C Roadster
Mercedes-AMG GT C Roadster
 
Mercedes-AMG GT C Roadster
Mercedes-AMG GT C Roadster
Mercedes-AMG GT C Roadster
 
Mercedes-AMG GT C Roadster
Mercedes-AMG GT C Roadster
Mercedes-AMG GT C Roadster
 
Mercedes-AMG GT C Roadster
Mercedes-AMG GT C Roadster
Mercedes-AMG GT C Roadster
 
Mercedes-AMG GT C Roadster
Mercedes-AMG GT C Roadster
Mercedes-AMG GT C Roadster
 
Mercedes-AMG GT C Roadster
Mercedes-AMG GT C Roadster
Mercedes-AMG GT C Roadster
 
Mercedes-AMG GT C Roadster
Mercedes-AMG GT C Roadster
 
 
César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |