A General Motors do Brasil acaba de anunciar duas novidades para os modelos de entrada da Chevrolet Celta e Classic. Os automóveis ganharam o novo motor 1.0 Flexpower VHCE, que conta com diversas alterações em relação ao VHC, propiciando mais potência e torque, além de aumentar a autonomia.

De acordo com a própria marca, a nova letra “E” colocada na sigla do motor tem três significados: ecológico, econômico e energético. Nos dois automóveis, a nova motorização propiciou um aumento da potência de 70 cv (gasolina) e 72 cv (álcool), para 77 cv (gasolina) e 78 cv (álcool), respectivamente. Os torques passaram de 8,8 kgfm (gasolina) e 9,0 kgfm (álcool), para 9,5 kgfm (gasolina) e 9,7 kgfm (álcool), a 5 200 rpm.

Novos equipamentos no Celta

A Chevrolet aproveitou a mudança do motor para incrementar um pouco mais seu hatch. Agora, o modelo conta com Brake Light de série em todas as versões. Na Spirit quatro portas, foram instaladas novas configurações, com a adição do sistema central de travas elétricas das portas com acionamento pela porta do motorista ou pelo “Keyless Entry System”.

Por fim, o Celta Spirit, com duas ou quatro portas, passa a ter uma configuração contendo os opcionais ar-condicionado e direção hidráulica, antes oferecido somente na versão Super.

Classic também ganhou melhorias

O ex-“Corsa Sedan” é um projeto antigo. Por isso, a GM resolveu dar uma atualizada no modelo e anunciou algumas novidades. O tanque de combustível do Classic ganhou mais 6,2 litros, passando de 47,8 para 54 litros, aumentando, assim, sua autonomia, que poderá chegar a até 1 000 km.

Redação

|