Enquanto os brasileiros precisarão esperar mais um ano até que o novo sedã da Chevrolet seja vendido aqui, nossos vizinhos argentinos poderão comprar o Cruze a partir do dia 15 de setembro.

A GM decidiu importar o modelo diretamente da Coréia do Sul em duas versões, LT e LTZ. A primeira custará 105.000 pesos, o equivalente a R$ 46.000, e a segunda, mais sofisticada, 121.700 pesos, ou R$ 53.000.

Ao contrário da tendência no Brasil, os Cruze argentinos virão num primeiro momento com câmbio manual – o motor é 1.8 16V de 141 cv a gasolina.

Produção no Brasil

Se os clientes da marca em nosso país precisarão de um pouco de paciência para ver o sucessor do Vectra por aqui ao menos terão uma vantagem, o Cruze será produzido no Brasil. Inicialmente, no entanto, ele será montado em regime de CKD em 2011, e apenas em 2012 contará com produção nacionalizada, na fábrica de São Caetano do Sul. O preço, claro, deverá ficar bem acima do argentino - em torno de R$ 70.000.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/