O Salão do Automóvel de Nova York, que acontece em abril nos Estados Unidos, será palco de apresentação da nova geração do Chevrolet Malibu. A próxima versão do sedã de luxo, a quinta da linha, teve seu primeiro teaser divulgado na última quarta-feira, 4, com a promessa de ser maior, mais leve e mais eficiente que a geração atual.

O novo Malibu 2016 deve se diferenciar bastante do seu antecessor no visual. A dianteira será marcada pela grade mais discreta e os faróis mais afilados e espichados, enquanto as laterais serão responsáveis por mostrar o novo estilo de carroceria do modelo, com a linha do teto esticada para trás “para um perfil mais elegante”, de acordo com a Chevrolet.

Além disso, as rodas dianteiras foram reposicionadas mais para frente, enquanto as saliências da dianteira e da traseira, contribuindo para um “estilo mais dinâmico e sofisticado”. Por fim, na traseira, as lanternas devem acompanhar o desenho mais moderno dos faróis.

A próxima geração do Chevrolet Malibu será construída com uma arquitetura completamente nova, feita com aço de maior resistência, o que deve reduzir o peso final do veículo em 136 quilos e também oferecer um entre-eixos 4 centímetros maior, resultando em maior espaço para as pernas dos ocupantes traseiros.

Novos detalhes e teasers devem ser divulgados a cada semana que antecede a apresentação do novo Malibu. O sedã vai ser vendido no mercado norte-americano a partir do segundo semestre de 2015.

Geração perdida

A atual geração do Malibu teve vendas discretas nos Estados Unidos a ponto de a Chevrolet precisar promover mudanças pouco tempo depois do lançamento. O modelo chegou a ser cogitado para o Brasil para a substituir a 3ª  geração, a primeira a ser importada, mas a montadora acabou desistindo de vendê-lo devido ao alto custo. Curiosamente, um primeiro lote acabou chegando ao país e foi vendido por preços camaradas aos concessionários.

Redação

Redação |