Depois que a revista americana Motor Trend se antecipou à própria montadora ao divulgar em primeira mão a nova geração do sedã 300, agora a Chrysler, enfim, apresentou o modelo à imprensa.

Mais sofisticado e elegante, o novo 300 perdeu a aparência bruta da geração anterior para mirar num público mais exigente. As linhas estão mais esguias e há cromados por várias partes do carro, um sinal que a montadora quer elevá-lo de categoria.

No entanto, é no interior que o 300 melhorou nitidamente. O painel de instrumentos é de um bom gosto que há muito não se via na marca. A iluminação, por exemplo, é feita num tom de azul safira realmente belo. Um painel multifuncional em LCS domina o console central, contrastando com um relógio analógico logo acima dele.

Mas não foi só na estética que o 300 evoluiu. A parte mecânica também terá novidades, a primeira delas em relação ao motor. Agora o sedã virá com o novo Pentastar, um V6 de alto rendimento e baixo consumo, além de Hemi V8 redesenhado para melhorar sua performance. Outro detalhe quase imperceptível está no para-brisa, que agora é 3º mais inclinado para melhorar a eficiência aerodinâmica e assim reduzir ruídos e o consumo de combustível.

A Chrysler mostrará o novo 300 no Salão de Detroit, em janeiro, e lança o modelo nos Estados Unidos e Canadá ainda no 1º trimestre. No Brasil, a novidade deve chegar no começo do 2º semestre. Ainda não se sabe se a montadora americana fará uma versão perua do modelo, como ocorre hoje.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/