Quando o Grupo Chrysler dava seus primeiros passos na tecnologia híbrida para automóveis os estudos tiveram de ser barrados por conta do pedido de concordata da empresa, em 2008. Mas agora a situação é outra. Ainda em fase de recuperação financeira e atualmente administrada pelo Grupo Fiat, a marca começa a ensaiar sua entrada em definitivo no segmento. "Teremos uma versão híbrida do novo 300 com câmbio de 8 marchas até 2013", confirmou Sergio Marchionne, CEO da Fiat e Chrysler, em entrevista à agência Automotive News no Salão de Detroit.

Conforme reporta a imprensa internacional, o 300 híbrido terá motor V6 da família Pentastar assistido por outro elétrico alimentado por baterias de ion-lítio, que poderá funcionar também de forma independente. A tecnologia permitirá ao carro melhorar suas médias de consumo de combustível, chegando a cerca de 15 km/l em regime urbano.

Thiago Vinholes

|