Para se tornar mais crossover e menos minivan, o Citroën AirCross deve estrear em breve suas primeiras mudanças profundas desde seu lançamento no mercado nacional, há cerca de cinco anos. A montadora francesa divulgou nesta semana a primeira imagem teaser do novo modelo, que mostra parte da dianteira da carroceria da novidade.

O novo AirCross 2016 deve seguir a mesma linha do C4 Cactus vendido no mercado europeu, pelo menos no visual. Entre as novidades, haverá faróis com novo formato, luzes diurnas de LED, para-choque dianteiro redesenhado, nova tomada de ar e faróis de neblina com novo desenho. Segundo a marca, o design do automóvel está “mais ousado, orgânico e puro, fruto da nova imagem de marca Citroën”, com uma “personalidade forte, protetora, baseada nos códigos do universo SUV”.

Por dentro, o Citroën deve receber um novo acabamento e sistema de entretenimento mais moderno, possivelmente com tela sensível ao toque. Já na mecânica, a novidade pode ficar por conta da introdução de uma nova transmissão automática de seis velocidades, em substituição a atual caixa de quatro marchas.

As vendas do Aircross começaram bem no país, mas o advento de utilitários esportivos compactos tirou parte da demanda da minivan travestida de SUV. Nem mesmo o estepe externo, um fetiche para muitos clientes, tem feito o Citroën vender mais que modelos como o Renegade e o HR-V, que dispensam essa configuração. 

Redação

Redação |