Em outros tempos este nome seria piada, mas hoje faz sentido. A Citroën lançou esta semana o modelo C-Zero, um veículo elétrico cujo número é referência a emissão zero de poluentes.

O C-Zero, no entanto, não é uma novidade por assim dizer. Trata-se do Mitsubishi i-MiEV, o pequeno elétrico japonês com roupagem da montadora francesa. A Mitsubishi e a PSA (holding que controla a Citroën e também a Peugeot) já tem uma tradição de parceria em que modelos da primeira são vendidos pela segunda com poucas modificações visuais.

A Peugeot, por exemplo, transformou o i-MiEV em Peugeot iOn na mesma estratégia seguida pela Citroën. O C-Zero deve chegar ao mercado europeu no final de 2010 e tem como consumidor ideal o motorista que trafega em trechos urbanos em cidades com pouco espaço nas ruas.

Compacto, o C-Zero possui um motor elétrico de 64 cv alimentado por uma bateria de 330 volts de lítio. A carga completa dela leva seis horas e é capaz de durar por até 130 km. A velocidade máxima é de 130 km/h e o 0 a 100 km/h leva 15 segundos para ser atingido.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/