O diretor responsável pelas operações da Citroën no Brasil, Paulo Solti, anunciou nesta segunda-feira (20) uma boa notícia envolvendo as operações da marca no país. Segundo o executivo, a marca promete lançar um novo produto por ano no Brasil até 2021. Além disso, Solti também destacou que a gestão atual da fabricante por aqui quer aprimorar o atendimento de pós-venda da rede de concessionárias e, no futuro, apresentar um plano para melhorar a receptividade dos carros no mercado de usados, um dos fantasmas que até hoje afligem as fabricantes francesas.

O primeiro passo para cativar os clientes começou com o programa “Citroën & Você”, que estabelecerá algumas normas na prestação de serviço por parte da rede, como a atenção aos valores fixos de revisão, os carros entregues sempre lavados após a manutenção e até mesmo um interessante aplicativo chamado “iCheck”, por meio do qual os donos dos carros poderão aprovar alguns reparos no carro diretamente por meio do smartphone. As concessionárias também serão avaliadas por um site, chamado Citroën Advisor, que permitirá que os proprietários de carros da marca avaliem as revendas e a qualidade do atendimento prestado.

Uma novidade interessante é que o Citroën C4 Lounge, o sedã médio da marca, também foi enquadrado no plano de revisões da marca que prevê as três primeiras inspeções (10 mil, 20 mil e 30 mil quilômetros) tabeladas em R$ 365.

Mesmo com a Citroën evitando entrar em detalhes sobre quais modelos poderão ser lançados no Brasil, o AUTOO resolveu selecionar algumas apostas que seriam interessantes. Talvez a mais relevante delas seria o C-Elysée, sedã que ficaria posicionado abaixo do C4 Lounge como uma alternativa de modelo mais refinado em relação aos sedãs compactos, porém de preço inferior aos modelos de porte médio. Com 4,42 m de comprimento e 1,71 m de largura, o C-Elysée conta com porte semelhante ao do Honda City (4,45 m e 1,69 m, respectivamente), modelo bem aceito por aqui.

Um segmento que tornou-se vitar na estratégia de qualquer montadora, entre os SUVs talvez seria interessante a Citroën investir em algum produto de porte médio, como o C4 Cactus vendido na Europa, já que, no andar abaixo de Honda HR-V e cia., a Peugeot atua com o 2008. 

Por fim, ainda neste ano é bem capaz que a marca apresente por aqui um facelift para o C4 Lounge, como você já conferiu no AUTOO. O C3, que acaba de ganhar o motor 1.2 Puretech, também já dá sinais de que precisa de uma atualização. 

 
 
Citroën C-Elysée vendido na Europa poderia ser um rival para o Honda City por aqui
 
Citroën C-Elysée vendido na Europa poderia ser um rival para o Honda City por aqui
Citroën C-Elysée vendido na Europa poderia ser um rival para o Honda City por aqui
Citroën C4 Cactus
 
Citroën C4 Cactus
Citroën C4 Cactus
 
 
César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |