A Chevrolet anunciou que mais um modelo seu está na linha 2010. É o sedã compacto Classic, o mais vendido do país. As mudanças, no entanto, foram pequenas – apenas o tanque de combustível está maior, tendo passado de 47,8 litros para 54 litros.

Mas há novidades não percebidas de primeira mão. A Chevrolet unificou sua oferta: agora só existe a versão VHCE contra as três anteriores (Life, Spirit e Super). O preço é o mesmo da versão Life – R$ 25 379 – e inclui apenas o básico, como desembaçador traseiro, conta-giros e preparação para som. Para ter ar quente e controles internos dos retrovisores, o cliente terá de pagar mais R$ 372. Se optar por ar-condicionado, são R$ 3 483 acrescidos ao valor básico. Para incluir direção hidráulica, o valor sobe para R$ 30 192, incluído aí o ar condicionado e os outros itens opcionais.

A mudança tem dois objetivos. O primeiro é dar espaço para o Prisma 1.0, recém lançado. E o segundo é preparar terreno para a primeira mudança visual de peso que o modelo terá em muitos anos. A linha 2011 deverá receber o chamado facelift que deixará o sedã mais parecido com seu irmão chinês, chamado de Sail.

Ricardo Meier

Ricardo Meier |