O ano de 2016 vai seguir com resultados negativos no mercado nacional, com projeção de queda de 5,8% para 2,42 milhões de veículos entre leves e pesados, de acordo com uma projeção da Fenabrave, federação dos distribuidores. Por conta disso, a entidade estima que até o fim deste ano até 1,6 mil concessionárias fecharão as portas no País, com um corte no número de vagas de 47 mil a 50 mil empregos.

Segundo o presidente da organização, Alarico Assumpção Jr., o pior momento deve ser o primeiro semestre, quando as “empresas que tentaram se segurar no ano passado e interromperam as atividades devem fechar de vez”. A partir do segundo semestre, a expectativa é que comece um pequeno movimento de recuperação do mercado de veículos, contendo o fechamento de mais concessionárias.

Ainda segundo o executivo, 1.047 concessionárias foram fechadas em 2015, o que gerou a demissão de aproximadamente 32 mil pessoas. Por outro lado, 420 novas lojas foram abertas, a maioria delas de marcas que investiram fortemente no Brasil, como Audi, BMW e Jeep, que também inauguraram linhas de produção por aqui recentemente, provocando um saldo negativo de 627 concessionárias. 

 
 
Jeep abrirá 120 lojas no Brasil a partir de abril. Até o final do ano serão 200 Jeep abrirá 120 lojas no Brasil a partir de abril. Até o final do ano serão 200
Lojas da Jeep venderão o Renegade e algumas outros modelos da linha Lojas da Jeep venderão o Renegade e algumas outros modelos da linha
 
 
Redação

Redação |