Todos os pedidos pelo Nano agora deverão ser atendidos. A Tata inaugurou hoje em Sanand, na Índia, uma nova planta para produzir o modelo em uma escala maior do que até então era alcançada. Com capacidade inicial para 250 000 unidades por ano, a nova fábrica poderá chegar a 350 000 carros anuais, com pequenos ajustes, segundo a marca indiana. “Essa nova fábrica nos permitirá suprir a forte demanda pelo Nano por todo o país”, afirmou Ratan Tata, presidente da companhia. Desde seu lançamento, em março do ano passado, o Nano era produzido em Pantnagar, tomando emprestada a linha de montagem de outros veículos.

Com a nova planta, as chances de o Nano ganhar “irmãos” aumenta. Especula-se que saiam de Sanand um conversível, uma perua, um monovolume e até mesmo uma picape. Outra possibilidade é a Tata criar kits de montagem, exportando-o para diversos países. Segundo o comunicado da Tata Motors, a nova fábrica está alinhada ao padrão mundial de produção, e é montada com o “estado da arte” de equipamentos. Entre eles, robôs e linhas de produção de alta velocidade. Outro destaque é o sistema que monitora a emissão de gás carbono. Construída desde novembro de 2008, a unidade de Sanand também conta com abastecimento de água sustentável.

Rodrigo Mora

|

Veja mais notícias da marca

Tata Zica agora se chama Tiago
23/02/2016 09:20:00

Tata Zica agora se chama Tiago