A categoria dos “sedãs familiares esportivos”, termo cunhado pela BMW, é a mina de ouro das marcas que atuam no segmento de luxo. A marca sediada na Baviera ao lado da Mercedes-Benz dominam com folga a categoria no Brasil. Pegando os números de 2015, que nos oferecem um panorama mais real do segmento, a Mercedes-Benz emplacou 7.790 unidades de sua Classe C, enquanto a BMW seguiu a rival bem de perto, com 7.271 unidades do Série 3 ganhando as ruas. Mas e a Audi? Com um A4 já bem perto do fim de ciclo, o sedã foi a escolha de apenas 960 consumidores, um número pífio considerando a relevância desse nicho de mercado.

Mas agora a Audi pretende mudar esse jogo e garantir um lugar ao sol frente a rivais tão poderosos. A partir desta semana chega à rede de concessionárias da marca a nova geração do A4, a nona considerando a linhagem desde os tempos do Audi 80. E, dessa vez, o salto é notável em tecnologia a bordo e eficiência de propulsão. A Audi também fez uma boa lição de casa e configurou o sedã de uma forma bem competitiva.

O novo A4 será oferecido somente com o novo motor 2.0 TFSI ultra, que se destaca pela alta eficiência. Ao agregar recursos como a dupla injeção de combustível (direta e indireta), comando de válvulas variável no tempo e curso de abertura e start-stop, ele alcançou parciais de 11 km/l na cidade e 14,3 km/l na estrada de acordo com testes do Inmetro. Os números são muito bons considerando que ele conta com 190 cv e 32,6 kgfm de torque. Segundo a Audi, o novo A4 acelera de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos e atinge 240 km/h de velocidade máxima.

A transmissão de dupla embreagem com 7 marchas também é nova. Com engrenagens banhadas a óleo, um diferencial importante é a presença de uma bomba elétrica para o funcionamento do conjunto. Bem ágil, um recurso do câmbio é a função de roda livre, na qual desacopla a transmissão do motor favorecendo a inércia do carro em situações de velocidade constante, como, por exemplo, quando você está trafegando em uma estrada plana e tira o pé do acelerador. A solução ajuda bem na economia de combustível.

Com esse conjunto motor e câmbio, a versão de entrada Attraction será tabelada em R$ 159.900 e traz como itens de série o seletor de modos de condução (Audi Drive Select), farois bixenon, rodas de liga leve aro 17”, bancos de couro, piloto automático, sensores de chuva e luminosidade e chave presencial. A Audi estima que a versão represente de 40% a 50% do mix de vendas. Se a gente colocar ao lado dos rivais com motores 2.0 turbo, no caso o Mercedes-Benz C 200 (R$ 175.900) e o BMW 320i (R$ 163.950), o A4 Attraction não deixa de ser interessante.    

 

Audi A4 Attraction

  • Resumo

    Preço

    De R$ 159.990

    Categoria

    Sedã grande

    Rivais

    Mercedes-Benz Classe C, BMW Série 3

    Vendas em 2015

    960 unidades

  • Mecânica

    Motor

    2.0 16V turbo

    Potência

    190 cv a 4.200 rpm (G)

    Torque

    32,6 kgfm a 1.450 rpm (G)

    Transmissão

    Dupla embreagem, 7 marchas

  • Dimensões

    Medidas

    4,72 m de comprimento, 1,84 m de largura, 1,42 m de altura e 2,82 m de entreeixos

    Peso

    1.405 kg

    Porta-malas

    480 litros

 

Além da Attraction, o A4 contará com a versão intermediária Ambiente (R$ 182.990), que acrescenta central multimídia com navegador por GPS, rodas de liga leve aro 18”, acabamento esportivo e o interessante painel de instrumentos com a tecnologia Virtual Cockpit, que permite personalizar as informações exibidas para o motorista, e farois full LED.

Ao volante, o A4 mostra-se um bom meio termo entre o conforto do Mercedes Classe C e a esportividade inerente ao BMW Série 3. A direção é rápida e oferece o peso correto. Uma peculiaridade dos Audi, o pedal do freio conta com acerto bem sensível, bom para quem gosta de uma tocada mais agressiva. Já a carroceria, por sua vez, tem a resposta típica dos sedãs alemães: inclina apenas o necessário para mostrar que o carro está obedecendo as ordens do motorista, sem assustar.

O grande destaque vai para os vários assistentes de condução que serão oferecidos no sedã. Quando chegar no segundo semestre, a versão topo de linha Ambition (com o mesmo 2.0 turbo, porém calibrado para 252 cv) será equipada com o piloto automático adaptativo (ACC) com a função Traffic Jam Assist. Em uma situação de trânsito congestionado, o sistema poderá não só manter a distância programada do carro logo a frente, como também mantém o A4 na faixa de rodagem sem a intervenção do motorista desde que a velocidade não ultrapasse 12 km/h. É o que as montadoras preferem chamar de “condução semi-autônoma”, sem dúvida nenhuma um item de grande conforto em especial para quem vive um uma cidade grande. O recurso também será oferecido como opcional para outras versões.

Outros dispositivos importantes são o Audi Pre Sense Rear e o Audi Side Assist. O primeiro monitora a parte traseira do veículo e pode, em sua última fase de atuação, preparar o veículo e os ocupantes para uma colisão traseira iminente ao tensionar os cintos de segurança e fechar os vidros e o teto solar caso estejam abertos.

Na parte estrutural, o A4 agora usa como base a plataforma modular MLB Evo, compartilhada por vários modelos dentro do grupo Volkswagen e destinada a veículos com motor transversal. Se o A4 atual já tinha bom espaço interno, o novo ficou melhor ainda. Ele agora oferece 24 mm a mais de espaço para a cabeça dos ocupantes do banco dianteiro e 11 mm a mais para os ombros de quem está instalado por ali. Para os passageiros no banco traseiro, o espaço para pernas e joelhos está 23 mm maior. Onde quer que você se acomode no A4, não há do que reclamar com relação ao conforto. Um “problema”, contudo, é o túnel central elevado, necessário para a versão Ambition com tração integral. Logo, não dá para acomodar um quinto passageiro adulto com conforto.

Com um conjunto que não deixa nada a desejar para os consagrados Série 3 e Classe C, ambos já fabricados no Brasil, resta saber se tudo isso será suficiente para fazer os clientes de ambos migrarem para o novo Audi A4. Eficiência, tecnologia e um bom custo-benefício ele tem, resta saber se os quatro anéis conseguirão superar a tradição que a hélice ou a estrela exerce sobre o público deste segmento. 

CCon
 
 
 
 
Audi A4 2017
 
Audi A4 2017
 
 
Audi A4 2017
Audi A4 2017
 
Audi A4 2017
Audi A4 2017
Audi A4 2017
 
Audi A4 2017
Audi A4 2017
Audi A4 2017
 
Audi A4 2017
Audi A4 2017
Audi A4 2017
 
Audi A4 2017
Audi A4 2017
Audi A4 2017
 
Audi A4 2017
Audi A4 2017
Audi A4 2017
 
Audi A4 2017
Audi A4 2017
Audi A4 2017
 
Audi A4 2017
Audi A4 2017
Audi A4 2017
 
Audi A4 2017
Audi A4 2017
Audi A4 2017
 
Audi A4 2017
Audi A4 2017
Audi A4 2017
 
Audi A4 2017
Audi A4 2017
Audi A4 2017
 
Audi A4 2017
Audi A4 2017
Audi A4 2017
 
Audi A4 2017
Audi A4 2017
Audi A4 2017
 
Audi A4 2017
Audi A4 2017
Audi A4 2017
 
Audi A4 2017
Audi A4 2017
 
 

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |