É tempo de comprar o Volkswagen Bora. Com a chegada do novo Jetta, marcada para abril, o sedã médio baseado no Golf IV terá suas vendas encerradas no Brasil e sua linha de montagem em Puebla, no México, será finalizada. Isso também significa que começa a queima de estoques do modelo por aqui, que já é oferecido na rede VW com interessantes descontos.

Conforme apurou o AUTOO com concessionárias da marca em São Paulo (SP), os descontos variam de R$ 3.800 a R$ 5.000, dependendo da forma de pagamento. Atualmente o Bora tem preço tabelado em R$ 57.842 na versão com câmbio manual e R$ 67.036 com transmissão automática (Tiptronic).

Mesmo saindo de linha, o Bora continua sendo uma boa opção. Traz um bom pacote de itens de série – 2 airbags, freios ABS, ar-condicionado digital, entre outros – e tem a vantagem do elogiado câmbio Tiptronic de 6 marchas na versão automática. O motor 2.0 é flex e, apesar da concepção antiga, continua eficiente com seus 120 cv (com etanol). Ainda por ser feito na base do Golf, o sedã mantém a consagrada posição de condução do hatch.

O Bora, também chamado Jetta em outros países, chegou ao mercado brasileiro em 2001. Sua carreira passou por bons e maus momentos por conta da forte variação do dólar na última década  No ano passado, a Volks vendeu 1.973 unidades do carro no país, segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

Thiago Vinholes

|

Veja mais notícias da marca