Já imaginou como poderia ser um corpo que, pelo menos hipoteticamente falando, sobrevivesse aos mais graves acidentes de carro, em especial aqueles envolvendo colisões entre dois veículos? Pois é, uma equipe australiana decidiu projetar como seria esse ser humano a pedido da Victorian Traffic Accident Comission (TAC), a qual desejava passar uma mensagem para os jovens motoristas do país.

“As pessoas podem até sobreviver em acidentes nos quais o carro colide contra uma parede, por exemplo, mas quando você fala da colisão entre dois veículos as velocidades são maiores, as forças são mais intensas e as chances de sobreviver são bem menores”, explica Joe Calafiore, chefe executivo da TAC.

Levando em consideração tudo isso, a escultora australiana Patricia Piccinini em conjunto com o engenheiro especializado em segurança viária, Dr. David Logan, e o Dr. Christian Kenfield, médico traumatologista, criaram o Graham, um protótipo de como deveria ser o corpo humano para aguentar as batidas mais severas a bordo de um automóvel.

 
 
Acima o Graham, boneco que mostra como seria o corpo humano ideal para sobreviver a todos os tipos de acidentes de carro
 
Acima o Graham, boneco que mostra como seria o corpo humano ideal para sobreviver a todos os tipos de acidentes de carro
Acima o Graham, boneco que mostra como seria o corpo humano ideal para sobreviver a todos os tipos de acidentes de carro
Acima o Graham, boneco que mostra como seria o corpo humano ideal para sobreviver a todos os tipos de acidentes de carro
 
Acima o Graham, boneco que mostra como seria o corpo humano ideal para sobreviver a todos os tipos de acidentes de carro
Acima o Graham, boneco que mostra como seria o corpo humano ideal para sobreviver a todos os tipos de acidentes de carro
Acima o Graham, boneco que mostra como seria o corpo humano ideal para sobreviver a todos os tipos de acidentes de carro
 
Acima o Graham, boneco que mostra como seria o corpo humano ideal para sobreviver a todos os tipos de acidentes de carro
Acima o Graham, boneco que mostra como seria o corpo humano ideal para sobreviver a todos os tipos de acidentes de carro
 
 

Ao contrário do que pode parecer o caminho mais simples, ou seja, tornar a estrutura do corpo humano mais rígida, o trio explica que o interessante no caso de um acidente de carro é trabalhar com a dissipação das forças. Logo, o visual do Graham está longe de ser bonito, porém ele é muito eficiente.

Suas costelas, por exemplo, contam com pequenos sacos similares a airbags de carros para ajudar a absorver as forças da colisão que podem ser aplicadas no local. A bizarra cabeça de Graham conta com muitos tecidos de gordura para proteger os sensíveis ossos da face, enquanto o pescoço foi suprimido para evitar o “efeito chicote” das batidas.

Mas Graham não é competente só quando está dentro do carro, o boneco também é preparado para encarar da melhor forma possível situações de atropelamento. Ele conta com joelhos multidirecionais, pele resistente à abrasão do piso e até mesmo o crânio conta com zonas de deformação.  

O vídeo abaixo nos mostra todo o trabalho de preparação do Graham, veja só: 

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |