O ideal é usar o transporte público, e o jeito mais fácil é ir até a estação Tietê, de onde saem ônibus gratuitos até o Anhembi. Como o serviço, oferecido pela organização do evento, começa a funcionar uma hora antes da abertura (13h) do Salão e vai até uma hora depois do seu encerramento (22h), é provável que haja fila. Se preferir, vá de táxi – uma corrida da estação ao Anhembi, em dias normais, não sai mais do que R$ 10.

No entanto, se você preferir a comodidade do seu carro, saiba que a fila para estacionar é grande e as 8.500 vagas do Anhembi se esgotam facilmente. Os preços ficam em R$ 25 para veículos de passeio (de todos os tipos) e R$ 15 para motos. A entrada deve ser feita pelo Portão 38 ou pelo Sambódromo. As principais vias de acesso ao Anhembi são Marginal do Tietê, 23 de maio e avenida Cruzeiro do Sul.

Não pare nas imediações do local. Muito guardadores de carros se dizem autorizados pela CET a indicar vagas, mas não é verdade – quem arriscar, certamente será multado.

Rodrigo Mora

|