Atualmente sem a simpatia de milhares de fãs da Fórmula 1 por conta de suas manobras polêmicas dentro das pistas, a Ferrari deixou de lado sua habitual arrogância e cedeu à ameaça da Ford, mudando o nome do seu bólido da temporada 2011. Até aqui chamado de F150, o carro da escuderia italiana agora chama-se F150th Italia.

A montadora norte-americana teve uma reação exagerada ao sugerir que a italiana copiara o nome de sua mais famosa picape, a F-150. Até mesmo um processo judicial foi iniciado pela Ford contra a Ferrari e seu departamento de vendas nos EUA, alegando “pirataria cibernética”. A Ferrari, inclusive, rebateu o escândalo da Ford com elegância. Em seu comunicado oficial, ela explica que F150 nada mais é do que a abreviatura de F150th Italia, que se refere aos 150 anos de unificação da Itália. “A designação (F150) nunca foi e nem nunca será usada como o nome de um produto comercial disponível – na verdade, definitivamente nunca existirá um carro de produção monoposto”, ironiza a Ferrari.

A escuderia encerra o assunto avisando que “apesar disso e para provar que está agindo de boa fé e que opera de forma totalmente correta, a Ferrari decidiu que, em todas as áreas de operação, a versão abreviada será substituída pela versão completa, Ferrari F150th Italia”.

Rodrigo Mora

|