Durou 19 dias a proibição das vendas do Corolla em Minas Gerais, determinada pelo Ministério Público mineiro no último dia 21. O Tribunal de Justiça concedeu liminar à Toyota, que já retomou a comercialização do sedã em suas 12 concessionárias no Estado.

O veto ocorrera para que a Toyota realizasse um recall no Corolla, que de fato está acontecendo atualmente. Batizado de “Campanha de Chamamento Preventiva”, o recall convoca proprietários de modelos fabricados a partir de 2008, que terão seus tapetes verificados e eventualmente fixados corretamente. Caso o cliente chegue lá com um tapete que não seja o da Toyota, a concessionária orientará o consumidor sobre a importância da utilização do tapete original e o alertará sobre os riscos de usar uma peça fora das especificações.

Rodrigo Mora

|