Para os produtores rurais ele será uma máquina dos sonhos: pode trabalhar até 24 horas por dia em horários flexíveis, oferece monitoramento completo dos dados e pode se adaptar a diversas situações climáticas. Inspirado nos carros que veremos em breve nas ruas, a CNH Industrial apresentou nos EUA o trator autônomo, que, assim como os automóveis, pode desempenhar todas as suas funções sem intervenção de um operador.

Segundo a CNH, a agricultura de precisão e a automação das máquinas utilizadas no campo estão com um papel cada vez maior para ajudar na eficiência, economia de recursos e sustentabilidade. O trator autônomo, no caso, pode ajudar em períodos que exige uma longa permanência no campo, como a época de colheita ou plantio da próxima safra.

De acordo com a fabricante, os tratores autônomos contam com a estrutura de um trator convencional, porém recebem recursos como navegação por GPS, sinais de correção de satélite para tornar a condução mais precisa e recurso para a transmissão e monitoramento das condições do solo. O trator também conta com radares e o LiDAR (lasers de telemetria) para a percepção de obstáculos pelo caminho.

Com requintes até então difícieis de imaginar para um trator, as novas máquinas desenvolvidas pela CNH contam até com para-lamas dianteiros de fibra de carbono. O visual, de maneira geral, também foi trabalhado para conferir um ar de sofisticação ao produto. Um conjunto de câmeras, duas na parte dianteira e duas na traseira, enviam ao operador do trator as imagens do trabalho em desenvolvimento.

O uso requer um planejamento mais complexo, começando com a introdução dos mapas do terreno e o uso de um software para verificar a melhor rota para efetuar o serviço. O usuário pode escolher um menu de funções para o trator, que inclui cultivo, plantio, pulverização e corte. O sistema de condução autônoma analisa o implemento que será ligado ao trator e calcula a forma mais eficiente de fazer o trabalho.

Se houver algum problema durante a realização do trabalho, como o nível de combustível ficar baixo demais ou acabar o estoque de sementes, o trator é capaz de avisar os controladores por meio de avisos no tablet ou no computador e, caso ocorra algo mais crítico, o veículo para automaticamente.

É ou não é uma bela ajuda para quem trabalha todo dia no campo? Procurada pelo AUTOO, a CNH Industrial destaca que ainda não há previsão de que o Magnum autônomo, como é chamado o modelo do trator entre em produção. " Embora ainda não exista um plano para comercializá-lo, sua venda eventual será contingente do desenvolvimento de tecnologia e regulamentações nessa área. A Case IH está sempre atenta ao mercado, às regulamentações e às necessidades dos clientes, por isso deu um passo a frente exibindo o Magnum autônomo. Mas, como ainda é um conceito, o preço não foi estabelecido. No entanto, antecipamos que os custos em tecnologia fundamental ficarão mais baixos nos próximos anos", revelou para o AUTOO o diretor de marketing da Case IH para a América Latina, Christian Gonzalez. 

 
 
Case IH Magnum autônomo
 
Case IH Magnum autônomo
Case IH Magnum autônomo
Case IH Magnum autônomo
 
Case IH Magnum autônomo
Case IH Magnum autônomo
Case IH Magnum autônomo
 
Case IH Magnum autônomo
Case IH Magnum autônomo
 
 

 

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |