A diferença entre eles sempre foi significante, com vantagem para o Palio. Mas em julho o ranking interno da Fiat sofreu alterações: o Siena vendeu mais que o hatch e fechou o mês na segunda colocação. Efeito da chegada do Novo Uno, que a cada mês rouba compradores do irmão maior.

Enquanto o Palio emplacou 11.302 carros no mês passado, seu sedã conquistou 12.253 clientes – e nessa briga, vale lembrar, o Uno (somando o novo e o velho) encosta no Gol. Porém, no acumulado do ano, o Palio ainda está na dianteira: 86.129 unidades, contra 73.189 do Siena.

Rodrigo Mora

|