Apesar de ter uma série de recursos tecnológicos, o Tesla Model S consegue ser bastante seguro contra invasões. Os hackers Marc Rogers, pesquisador de segurança da CloudFlare, e Kevin Mahaffey, chefe de tecnologia da Lookout INC, conseguiram invadir o sedã elétrico somente após dois anos de tentativas.

Segundo os hackers, o Model S é um dos carros mais seguros do mercado, além de ser o mais conectado do mundo. Ainda assim, Rogers e Mahaffey conseguiram abrir e fechar remotamente as janelas do carro, travar e destravar as portas, levantar e abaixar a suspensão e cortar a energia do veículo.

Além disso, os dois foram capazes de coletar informações de uma pequena tela do Tesla, que fornece dados de velocidade, por exemplo.

Ao saber da invasão, a Tesla afirmou já ter enviado uma atualização de software para os exemplares do Model S.  

Redação

Redação |