A Ford está querendo antecipar as tendências mundiais (que, aliás, já começam a dar as caras) e anunciou que toda sua gama de automóveis, ao menos nos Estados Unidos, será equipada com motores de quatro cilindros até 2013. Aliás, atualmente só o seis cilindros do Taurus, com 365 cv, quebra essa regra.

O objetivo principal da companhia do oval azul é diminuir o consumo de seus automóveis e o tamanho de seus propulsores. A idéia é incorporar, em toda sua produção, motores de quatro cilindros com turbo e injeção direta, capazes de desenvolver potências similares às dos propulsores de maior capacidade, visando, entretanto, uma melhor eficiência.

Um ponto interessante de se imaginar é a grandalhona F-150, que também poderá receber a configuração. Mas, vale lembrar que o motor de quatro cilindros só deverá ser incluído nos automóveis. Assim, veículos maiores, como caminhonetes, deverão continuar com os V8. O único carro que quebraria essa regra seria o Mustang, que não pode quebrar uma tradição.

Redação

Redação |