A divisão asiática da GM conseguiu se desvencilhar do enraizado estilo norte-americano da montadora e mostrou no Salão de Xangai um conceito digno de ser conduzido pelo herói de olhos puxados Jiraya no ano de 2030. Trata-se do Chevrolet FNR que foi desenvolvido no estúdio da montadora que fica justamente na cidade chinesa onde acontece o salão. Com tanta tecnologia, será o próprio carro que vai conduzir quem quer que sente no banco do motorista.

O protótipo elétrico abusa das linhas futuristas e, mais que isso, traz inovações como propulsão elétrica nos aros das quatro rodas – que não possuem cubo - , reconhecimento da retina do motorista e carregamento das baterias por rede wireless. A carroceria é feita painéis de fibra de carbono e conta com uma linha em LED queilumina as linhas do carro.

Certamente, tal representação de “carro do futuro” da GM não ganhará uma versão de produção, mas a montadora estima que até 2030 as tecnologias embarcadas no modelo estarão disponíveis em seus carros de série.

 
 
Esportivo futurista é movido por motores elétricos Esportivo futurista é movido por motores elétricos
Conceito FNR é destaque da Chevrolet em Xangai Conceito FNR é destaque da Chevrolet em Xangai
A GM acredita que suas tecnologias estarão disponíveis em 2030 nos carros de produção A GM acredita que suas tecnologias estarão disponíveis em 2030 nos carros de produção
Chevrolet FNR Chevrolet FNR
FNR é o carro do futuro da GM FNR é o carro do futuro da GM
 
 
Karina Simões

Karina Simões |