A crise que atingiu as três grandes marcas nos EUA – mais intensamente GM e Chrysler – já dá sinais claros de ser passado. Com 167.542 veículos comercializados em abril, a Ford cresceu 25% na comparação com o mesmo período de 2009, quando a crise ainda latejava por lá. Trata-se do 18º mês consecutivo que a montadora do oval azul ganha participação no mercado. 

A GM também cresceu, embora em menor proporção. Foram 183.997 unidades comercializadas em abril, alta de 6,4% em relação a abril do ano passado. Segundo a empresa, as marcas Chevy, Buick, GMC e Cadillac cresceram, juntas, 20%.

A título de comparação, a GM emplacou em março 69.985 veículos, enquanto a Ford vendeu 36.270 unidades.

Rodrigo Mora

|