O Salão de Frankfurt, que acontecerá em setembro, será palco de apresentação da nova 488 Spider, versão conversível do superesportivo da Ferrari que foi anunciado no começo deste ano para substituir a 458 Italia. O novo bólido italiano deu o ar da graça nesta semana, mostrando um visual bem semelhante ao modelo cupê convencional.

A nova Ferrari 488 Spider é dotada de um teto rígido com funcionamento bem semelhante ao de sua antecessora. O dispositivo fica alojado debaixo da tampa do motor e a operação para abrir ou fechar a capota leva apenas 14 segundos. Apesar disso, a rigidez da carroceria do automóvel continua a mesma da versão normal e teve aumento de 23% em relação a 458 Spider. O peso, por sua vez, passou para 1.420 kg, ou 50 kg a mais.

De acordo com o comunicado, o novo modelo é o conversível mais eficiente em termos aerodinâmicos já produzido pela Ferrari. O Spider conta com uma série de soluções para garantir o downforce ideal enquanto diminui o arrasto, o que inclui um spoiler soprado, gerador de vórtices na parte inferior da carroceria e um sistema de barragem de vento no vidro traseiro com três ajustes.

Na motorização, a novidade usa o V8 biturbo de 3.9 litros, capaz de desenvolver 670 cv de potência, a 8.000 rpm, e 77,3 kgfm de torque, a 3.000 rpm. Junto a ele está o câmbio automatizado de sete velocidades e dupla embreagem e tração traseira. A 488 acelera de 0 a 100 km/h em 3 segundos e de 0 a 200 km/h em 8,7 s. 

 
 
Ferrari 488 Spider Ferrari 488 Spider
Ferrari 488 Spider Ferrari 488 Spider
Ferrari 488 Spider Ferrari 488 Spider
Ferrari 488 Spider Ferrari 488 Spider
Ferrari 488 Spider Ferrari 488 Spider
Ferrari 488 Spider Ferrari 488 Spider
Ferrari 488 Spider Ferrari 488 Spider
 
 
Redação

Redação |