Pela primeira vez na história, a classe C se tornará público-alvo das montadoras instaladas no Brasil. Projetos inéditos de veículos baratos, os subcompactos, já estão em desenvolvimento em algumas marcas como Volkswagen, Ford e Peugeot, e agora foi a vez da Fiat confirmar que fará um modelo do gênero na nova fábrica que a empresa construirá na região de Suape, em Pernambuco.

Sergio Marchionne, presidente mundial da Fiat, revelou durante o Salão de Detroit, nesta semana, que a planta pernambucana produzirá a partir de 2014 um modelo derivado do 500 e do novo Panda e que aqui substituirá a primeira geração do Uno, no mercado desde 1984.

A fábrica terá capacidade para 200 mil unidades, mas poderá ser ampliada para 400 mil – quase metade do porte de Betim, a mais importante planta da montadora.

Marchionne também admitiu que a marca de luxo Alfa Romeo voltará a ser vendida no Brasil em 2012, mesmo ano em que chegará aos Estados Unidos. Antes disso, nosso mercado verá o 500 mexicano, que terá motorização e versões mais simples, além de preço abaixo de R$ 50 mil.

Futuros rivais

No ano passado, a Volkswagen assumiu que desenvolve um modelo que ocupará uma faixa de preços abaixo do Gol, hoje seu carro mais barato. Com nome provável de Lupo, o subcompacto utilizará uma moderna plataforma derivada do novo Polo europeu. Já a PSA anunciou também em 2010 que planeja uma nova linha de veículos voltada para o mercado emergente. A Ford, por sua vez, quer transformar a nova geração do Ka em um veículo voltado para o público que vive em grandes cidades. O suposto carro seria baseado no conceito Start, apresentado no Salão do Automóvel.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/