As duas novas picapes nem chegaram às concessionárias, mas a disputa pelos clientes começou oficialmente nesta terça-feira (29). A Fiat revelou há pouco o nome oficial da sua picape inédita, que ganhou o nome ‘Toro’, como se especulava no mercado.

A data escolhida não poderia ser mais estratégica: no mesmo dia em que a Renault lançou a Duster Oroch, a primeira picape ‘compacta plus’ do país. A razão é que a Toro está com seu desenvolvimento mais atrasado – a previsão é que ela só chegue às lojas no início de 2016.

Mas o anúncio e a divulgação da primeira imagem oficial do modelo ajudam a confundir a cabeça dos consumidores que agora terão de pensar se vale a pena esperar pelo veículo da Fiat. Sem essa informação, certamente a Renault tiraria mais proveito dos cerca de quatro meses de vantagem que terá sem concorrência.

Sport Utility Pick-up

Embora ainda guarde a sete chaves as principais informações sobre a Toro, a Fiat até já criou um segmento novo para ela, o de ‘Picapes utilitárias esportivas’, em inglês ‘SUP’. O motivo é parecido com a estratégia da Renault e a Oroch: tanto uma como a outra estão mais para automóveis de passeio com caçamba, ou seja, embora levem alguma carga, são mais voltados para o conforto e desempenho.

Largada dada, agora é esperar pelo primeiro confronto entre elas no ano que vem.

 
 
Nova picape da Fiat na fábrica de Goiana Nova picape da Fiat na fábrica de Goiana
Nova picape da Fiat na fábrica de Goiana Nova picape da Fiat na fábrica de Goiana
Fiat Toro ganha sua primeira imagem oficial: mercado inédito Fiat Toro ganha sua primeira imagem oficial: mercado inédito
 
 
Ricardo Meier

Publisher do AUTOO é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier |