A Fiat anunciou nesse meio de feriado de 7 de Setembro a sua própria independência: mais um modelo da sua linha passou a usar o novo motor 1.8 16V E.torQ, produzido no Paraná. Agora foi a vez do sedã Linea que deixou de lado o motor argentino de 1.9 litro, de vida curta no Brasil.

Com isso, a marca italiana, aos poucos, se liberta tanto desse motor feito no país vizinho quanto do 1.8 fornecido pela GM – agora resta apenas o Stilo, um modelo que está com os dias contados assim que o novo hatch médio Bravo for lançado este ano.

Como ocorreu com outras mudanças para o E.torQ também o Linea viu seus números de desempenho melhorarem significativamente – a aceleração de 0 a 100 km/h, por exemplo, caiu de 10,5 segundos para 9,9 segundos -, como também o consumo piorar na cidade.

Agora o Linea 1.8 faz 7,7 km com um litro de etanol quando atingia 8,1 km com o antigo motor. Em compensação, na estrada a configuração do motor, de 16 válvulas, fez o sedã ficar mais econômico: 11,3 km/l contra 10,7 km/l anteriormente.

Veja os preços da linha 2011 do Linea:

Linea LX 1.816V Flex – R$ 55.450,00
Linea LX Dualogic 1.8 16V Flex – R$ 58.430,00
Linea HLX 1.8 16V Flex – R$ 58.180,00
Linea HLX Dualogic 1.8 16V Flex – R$ 61.140,00
Linea Absolute Dualogic 18.16V Flex – R$ 67.030,00
Linea T-Jet 1.4 16V Turbo Gasolina – R$ 71.290,00

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/