O segmento de modelos médios é o alvo para a Fiat nos próximos meses. A montadora italiana anunciou recentemente um investimento de US$ 1 bilhão para a fábrica de Tofas, na Turquia, que será responsável pela produção de uma nova família de automóveis para substituir os atuais Bravo e Linea, além de uma perua para ocupar o lugar deixado pela extinta perua Croma.

Esta nova família será inaugurada pelo sedã médio, que vai ser apresentado de forma oficial pela Fiat durante o Salão de Istambul, que acontece a partir do próximo dia 21. Ainda sem detalhes revelados, o sucessor do Fiat Linea promete se destacar em “conforto, espaço, eficiência e tecnologia” para peitar os demais modelos do segmento, graças ao uso da plataforma B-Wide, oriunda da minivan 500L.

De início, o novo Linea será oferecido apenas no mercado turco. Porém, a marca prometeu o lançamento do três-volumes em outros 40 mercados da África, Europa e Oriente Médio. No Brasil, a Fiat tem planos de lançar um novo modelo para substituir seu atual sedã médio, mas o Viaggio também é uma opção.

 
 
Sucessor do Fiat Linea rodando em testes Sucessor do Fiat Linea rodando em testes
Sucessor do Fiat Linea rodando em testes Sucessor do Fiat Linea rodando em testes
 
 
Redação

Redação |