O que parecia ser uma “mula” para os testes da Fiat Toro comprovaram outra experiência da Fiat em sua acertada estratégia envolvendo picapes. O AUTOO teve acesso a uma unidade ainda em fase de desenvolvimento da futura geração da Strada, que vai crescer em tamanho e se posicionar entre o modelo atual e a Toro.

A unidade que tivemos acesso contava com cabine estendida, mas a julgar pelo sucesso das opções com cabine dupla, é certo que a futura “Stradão” deverá ofertar este tipo de carroceria. A gama de motores deverá manter como opção o 1.8 16V atualizado, possivelmente o mesmo aplicado na Toro e que chegará em breve ao Renegade. Além dele, a picape também deverá contar com o novo 1.3 sob o capô, que substituirá o bloco 1.4 atual e vai estrear na linha 2017 do Fiat Uno. Uma opção automática também pode figurar nos planos para o modelo.

Considerando que a Strada cabine dupla atual conta com 4,40 metros de comprimento e a Toro chega nos 4,91 metros, há um bom intervalo que a Fiat pode explorar entre os dois modelos. Apenas como exemplo, a Renault Duster Oroch conta com 4,69 metros de um para-choque a outro, sendo que a Fiat deverá partir em algo próximo a esse tamanho.

Com isso, a Fiat se cerca em todos os segmentos de picapes e a Strada atual deverá seguir em linha em especial para atender o público que precisa de um modelo para aplicação efetivamente comercial, ao contrário da futura “Stradão” ou da Toro, ambas mais voltadas ao lazer.

Ainda não há muitas informações concretas sobre quando a nova Strada poderá estrear, mas considerando que a Fiat tem uma série de lançamentos para realizar ainda em 2017, como os sucessores do Punto e Linea, é bem possível que a picape fique mesmo para 2018.

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |