O nome Tipo, que batizou um modelo de sucesso da Fiat entre os anos de 1988 e 1995, deverá voltar a ser usado em um automóvel da Fiat. Ao que tudo indica, o novo sedã Egea, revelado em maio deste ano, deverá homenagear o antigo hatchback da marca em sua versão a ser destinada a mercados da Europa Ocidental.

O novo Fiat será comercializado também em mercados de África e Oriente Médio, além da Turquia, sendo o único local onde o automóvel será chamado de Egea. Ainda não se sabe se o modelo vai estar disponível no Brasil, mas segundo rumores a marca pode estar planejando a produção do sedã na planta do grupo FCA em Goiana, Pernambuco.

O Fiat Egea mede 4,5 metros de comprimento, 1,78 m de largura e 1,48 m de altura, com distância entre-eixos de 2,64 m. Já o porta-malas comporta 510 litros. Tais medidas são semelhantes as do Linea, que deve sair de linha para a chegada do novo modelo.

 
 
Fiat Aegea Fiat Aegea
Fiat Aegea Fiat Aegea
Fiat Aegea Fiat Aegea
Fiat Aegea Fiat Aegea
Fiat Aegea Fiat Aegea
Fiat Egea Fiat Egea
Fiat Egea Fiat Egea
Fiat Egea Fiat Egea
Fiat Egea Fiat Egea
Fiat Egea Fiat Egea
Fiat Egea Fiat Egea
Fiat Egea Fiat Egea
Fiat Egea Fiat Egea
Fiat Egea Fiat Egea
Fiat Egea Fiat Egea
Fiat Egea Fiat Egea
 
 

Carreira de altos e baixos no Brasil

O Tipo chegou ao país em 1993 e tornou-se um fenômeno de vendas graças ao pacote generoso de equipamentos e o preço acessível. Inicialmente, importado da Itália, o Tipo passou a ser fabricado no Brasil pouco tempo depois. Tudo ia bem até que um problema com a direção hidráulica virar motivo de um recall devido a seguidos incêndios. A chegada de novos concorrentes somada a esse problema acabou encerrando a carreira do modelo mais cedo do que se imaginava - ele foi substituído pelo Brava em 1999 tempos depois de sair de linha.

Redação

Redação |