Os mais atentos lembrarão de uma cena no filme “Ases Indomáveis” em que os personagens Maverick (Tom Cruise) e Goose (Anthony Edwards) conversam no vestiário da base onde servem. Ao fundo há um cartaz com os dizeres “Marinha. Não é um trabalho. É uma aventura”.

Não foi uma coincidência. As forças armadas americanas, sempre que podem, exaltam o caráter glorioso de servi-las. A razão é simples. Nos Estados Unidos, por mais que a população tenha esse vínculo sobre defender o país, o recrutamento é voluntário, ao contrário do Brasil. Muitas vezes, há poucos candidatos para suprir a necessidade das três forças e a saída é o marketing.

As mais “novas armas” da Força Aérea dos Estados Unidos para buscar os jovens são o “X-1” e o “Vapor”. Não, não são siglas ou apelidos de aviões. Tratam-se de um Mustang e um Challenger, dois esportivos muito populares no país, que foram tunados pelos cadetes da USAF, como é chamada a força aérea por lá.

O X-1, por exemplo, teve poucas mudanças no exterior – a mais chamativa são as portas de “tesoura”. Mas por dentro, o Mustang da força aérea é um caça militar: tem painel com telas gigantes, assento ejetável no lugar do banco (não funciona, é claro) e manche que substitui a direção. Só há um lugar e – como você verá na galeria de fotos – o motorista, ou melhor dizendo, piloto, usa macacão e capacete de voo.

Já o Vapor Challenger segue a linha “stealth”, que significa, de maneira geral, um estilo furtivo, que não é visto nos radares. A pintura é fosca para “absorver” ondas de radar, as rodas são fechadas como as calotas de Fórmula 1 e há uma câmera instalada no teto.

O Vapor leva duas pessoas mas, no lugar do acelerador, há uma manete de potência. O som é de dar inveja em muitos carros tunados e os cilindros de nitro têm aspecto de mísseis.

Tanto o X-1 quanto o Vapor participam do programa Super Car Tour 2009, que percorrerá os Estados Unidos visitando escolas e eventos de tuning em busca dos próximos Maverick e Goose de Barack Obama.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier |