Apesar do momento difícil no mercado, o Ford Ka conseguiu se dar bem no Brasil. Os modelos compactos da Ford já somam 9 meses de vendas e comemoraram recentemente a marca de 100 mil unidades comercializadas. Deste montante, cerca de 78 mil exemplares são do modelo hatch e 22 mil do sedã, batizado de Ka+.

“O Ka chegou a 50.000 unidades em apenas cinco meses e precisou de só mais quatro para dobrar esse número. É uma conquista muito significativa e que mostra a força do produto, principalmente por ter sido alcançada em um período de queda da indústria”, diz Oswaldo Ramos, gerente geral de marketing da Ford.

Durante o mês de maio, o Ka se posicionou em terceira posição no ranking geral, atrás apenas dos rivais Fiat Palio e Hyundai HB20. Já o Ford Ka+ acenou a 17ª colocação, sendo superado pelos concorrentes Chevrolet Prisma, Fiat Siena, Hyundai HB20S e Volkswagen Voyage.

Entre os diferenciais em relação aos demais compactos à venda no mercado, o Ford Ka se destaca por oferecer ar-condicionado, direção elétrica, vidros elétricos dianteiros, travas elétricas com controle remoto, abertura elétrica do porta-malas e ajuste de altura da coluna de direção, além de airbag duplo e freios ABS com distribuição eletrônica e controle de frenagem em curvas, desde a versão mais básica da linha.

O modelo mais caro oferece itens como controle eletrônico de estabilidade e de tração, assistente de partida e em rampas e sistema SYNC com Assistência de Emergência e App Link. Tanto o Ka como o Ka+ são equipados com os motores 1.0 TiVCT 12V de três cilindros, com até 85 cv, e 1.5 16V Sigma de 110 cv.

Os preços do Ford Ka começam em R$ 38.990, podendo chegar a R$ 47.590 no SEL 1.5. Já o Ka+ custa de R$ 41.990 a R$ 50.590. 

 
 
A versão SE parte de R$ 35.990 A versão SE parte de R$ 35.990
O porta-malas diminuiu e agora comporta 257 litros O porta-malas diminuiu e agora comporta 257 litros
O painel do novo Ka é uma versão reduzida da cabine do New Fiesta O painel do novo Ka é uma versão reduzida da cabine do New Fiesta
Ford Ka 2015: só restou o nome do antigo Ford Ka 2015: só restou o nome do antigo
Painel do Ka 2015: bons materiais, mas sem o refinamento do HB20, por exemplo Painel do Ka 2015: bons materiais, mas sem o refinamento do HB20, por exemplo
Painel de instrumentos do Ka é um dos pontos fracos: iluminação digna de carro chinês Painel de instrumentos do Ka é um dos pontos fracos: iluminação digna de carro chinês
Ka+ e Ka hatch: esperança de vender mais de 12 mil carros por mês Ka+ e Ka hatch: esperança de vender mais de 12 mil carros por mês
Ford Ka+ 2015 Ford Ka+ 2015
Ford Ka+ 2015 Ford Ka+ 2015
 
 
Redação

Redação |