Aos poucos, o Fox vai assumindo uma posição mais elevada na gama da Volkswagen, a fim de ocupar o espaço deixado pelo Polo. Na metade do ano passado, o hatch compacto recebeu mudanças no visual externo, acabamento interno, lista de equipamentos e motorização. Agora, a montadora anunciou outras alterações para o modelo, que estreiam como novidades na linha 2016.

O principal atrativo do Volkswagen Fox 2016 são os sistemas de entretenimento “Composition Media” e “Discover Media”, que oferecem interatividade com smartphone e os sistemas MirrorLink, CarPlay e Android Auto. Com isso, o Volkswagen se posiciona como o primeiro modelo do Brasil a dispor dos novos recursos da Apple e Google.

Batizado de "App Connect", o recurso foi lançado mundialmente neste mês, porém, para surpresa geral, ele não aceita o aplicativo mais popular no trânsito, o Waze. Embora seja um navegador na essência, o Waze é também considerado uma rede social e, segundo o Contran, não pode funcionar nos carros na forma em que existe, onde o motorista é instado a interagir. O que a Volkswagen não soube explicar é que outras marcas usam o Waze normalmente, como é o caso da Suzuki.

Android Auto no segundo semestre

Apesar da ausência do Waze, o sistema da Volks pode acessar vários aplicativos dos principais smartphones do mercado, incluindo o iPhone (modelo 5 em diante), Samsung, LG e Sony Experia - os da Motorola, por exemplo, só  poderão ser usados quando a interface Android Auto chegar ao Brasil, o que deve ocorrer no segundo semestre.

São dois produtos oferecidos, o Composition Media que traz tela de 6,3 polegadas sensível ao toque e conectividade com smartphones pelo AppConnect. Já o Discover Media adiciona navegador GPS, com o MapCare (que permite a atualização periódica gratuita da base de mapas diretamente pelo cliente durante toda a vida do veículo). O primeiro custa R$ 2.150 e o segundo, R$ 2.900. A boa notícia é que ele pode ser instalado em modelos anteriores do Fox, com exceção de algumas linhas mais antigas e que não têm preparação para ele. A má notícia é que para usá-lo é preciso conectá-lo na única entrada USB do carro.

Motor mais eficiente

Como era esperado, a Volks estendeu a utilização da família EA-211 de motores. Agora o 1.0 litro de 3 cilindros passa a equipar todas as versões - até então, o propulsor era oferecido somente no modelo eficiente BlueMotion. A unidade é capaz de desenvolver 75 cavalos de potência com gasolina e 82 cv com etanol, e torque de 9,7 kgfm e 10,4 kgfm, respectivamente. Segundo a marca, 85% do torque está disponível a partir de 2.000 giros.

Este motor é dotado de bloco e cabeçote em alumínio, quatro válvulas por cilindro (sendo duas para admissão e duas para escape), cabeçote com comando de admissão variável, sistema de partida a frio “e-flex” que elimina o tanquinho de gasolina e duplo circuito de arrefecimento, permitindo temperaturas diferentes para o bloco e o cabeçote. Junto a ele está o câmbio manual MQ200 de cinco marchas, com relações longas.

O motor 1.6 16V de até 120 cavalos, com transmissão manual de seis velocidades, continua sendo uma exclusividade do Fox Highline e do CrossFox. As versões Trendline e Comfortline continuam com o 1.6 8V de 104 cv.

Além disso, o Fox Trendline, mais barato da linha, oferece ar-condicionado de série, além de direção elétrica, vidros dianteiros elétricos, volante com regulagem de altura e profundidade e travamento elétrico das portas. O modelo passa a usar o mesmo volante do Golf (antes uma exclusividade do Highline na linha do compacto). Tais novidades foram introduzidas também no BlueMotion.

Já o Comfortline, intermediário, dispõe dos dois novos sistemas de entretenimento como opcional. Por fim, o Highline e também o pseudo-aventureiro CrossFox trazem mudanças na gama de opcionais. As versões oferecem o novo sistema Composition Media, pacote Elegance (com acabamento interno em couro native, teto solar e rodas aro 16) e modo Tecnológico (com controle de cruzeiro, sensores de luz e chuva, faróis de neblina com luz de conversão estática, sistema Discover Media e retrovisor interno eletrocrômico).

O novo Volkswagen Fox será oferecido em quatro novas cores: três metálicas (Prata Tungstênio, Cinza Platinum e Azul Silk) e uma perolizada (Preto Mystic). Ao todo, a linha Fox (incluindo o CrossFox) conta com 14 opções de cores e oferece garantia de três anos.

Confira os preços do Fox 2016:

Fox Trendline 1.0 – R$ 42.890 (R$ 4.890 a mais)
Fox Comfortline 1.0 – R$ 45.490 (R$ 4.910)
Fox BlueMotion 1.0 – R$ 45.790 (R$ 5.890)
Fox Trendline 1.6 – R$ 46.390 (R$ 4.010)
Fox Comfortline 1.6 – R$ 48.990 (R$ 4.620)
Fox Highline 1.6 – R$ 53.490 (R$ 1.710)
Fox Pepper 1.6 – R$ 54.120 (R$ 1.010)
CrossFox 1.6 – R$ 62.490 (R$ 1.040) 

 
 
Linha Fox 2015 Linha Fox 2015
Volkswagen Fox Highline 2015 Volkswagen Fox Highline 2015
Volkswagen Fox Highline 2015 Volkswagen Fox Highline 2015
Volkswagen CrossFox no Salão de São Paulo Volkswagen CrossFox no Salão de São Paulo
Volkswagen CrossFox no Salão de São Paulo Volkswagen CrossFox no Salão de São Paulo
Volkswagen Fox 2016 Volkswagen Fox 2016
Volkswagen Fox 2016 Volkswagen Fox 2016
Volkswagen Fox 2016 Volkswagen Fox 2016
Volkswagen Fox 2016 Volkswagen Fox 2016
Volkswagen Fox 2016 Volkswagen Fox 2016
Volkswagen Fox 2016 Volkswagen Fox 2016
 
 
Redação

Redação |