Você já deu os parabéns para o Fusca ao seu lado? Hoje o “besouro” comemora seu Dia Internacional, já que em 22 de junho de 1934 Adolf Hitler e Ferdinand Porsche assinavam o contrato para produção daquele que viria a ser o mais famoso carro do mundo.

Hitler, então chanceler da Alemanha, pediu a Porsche um carro pensado para o povo alemão: espaço para quatro ocupantes, velocidade máxima de 100 km/h e consumo de 14 km/l. E, o mais difícil, não poderia passar dos mil marcos imperiais, a moeda corrente da Alemanha à época. É nesse mesmo ano que surge o nome Volkswagen – carro do povo. Em 1936 aparecem os primeiros protótipos e em 1938 a fábrica do Fusca começou a ser erguida. Porém, com a II Guerra Mundial iniciada em outubro de 1939, a planta é interrompida. Em 1945, as primeiras unidades do Fusca ganham as ruas.

No Brasil, o Fusca chega em 1950 ainda como carro importado, sendo montado aqui em 1953. Já em 1959, o Fusca se torna nacional, tendo sua produção encerrada em 1986. No ano de 1993, por sugestão do então presidente Itamar Franco, a produção do Fusca é retomada, chegando a um definitivo fim em 1996. Durante toda sua história, foram produzidas 21.529.464 unidades do Fusca mundialmente.

Rodrigo Mora

|